Alunos do Etapa conquistam medalhas de bronze na 11ª Romanian Master of Mathematics

Os dois estudantes do Etapa integraram a equipe brasileira que ficou em 14º lugar geral na competição

06 de março de 2019

Bernardo Peruzzo Trevizan e Pedro Lucas Lanaro Sponchiado, alunos do Colégio Etapa, conquistaram medalhas de bronze na 11ª edição da Romanian Master of Mathematics (RMM), que ocorreu entre os dias 20 e 24 de fevereiro, em Bucareste, capital da Romênia.

“O maior desafio enfrentado pelos alunos na RMM é que se trata de uma competição entre os países com melhor desempenho na Olimpíada Internacional de Matemática (IMO), o torneio de matemática mais importante do mundo. Por isso, praticamente todos os alunos são de alto nível e a prova é muito exigente”, explica o coordenador de Olimpíadas de Matemática do Colégio Etapa, Régis Prado Barbosa.

A equipe que representou o Brasil na RMM teve como um dos líderes o ex-aluno do Colégio Etapa, Gustavo Lisboa Empinotti, graduado em Matemática pela Stanford University, nos Estados Unidos, e um dos responsáveis pelos treinamentos para olimpíadas no Colégio Etapa.

“Eu participei da RMM duas vezes como aluno competidor e foi muito interessante voltar agora como líder de equipe. Eu pude entender melhor a organização da olimpíada, interagir com os líderes de outros países e trazer novos conhecimentos e ideias para os treinamentos”, diz.

Sobre o desempenho dos alunos do Etapa, Empinotti afirma: “Eu percebo que eles estão em um nível bastante alto, com potencial para conquistarem outros resultados importantes em olimpíadas e na carreira que escolherem”.

  

Bernardo Peruzzo Trevizan e Pedro Lucas Lanaro Sponchiado integraram a equipe brasileira na 11ª Romanian Master of Mathematics

Sobre a RMM

A Romanian Masters of Mathematics (RMM) é organizada desde 2007 e consiste em duas provas teóricas.

Os brasileiros participantes da 11ª edição do torneio foram escolhidos dentre os medalhistas da OBM 2018, durante a Semana Olímpica, realizada em Anápolis (GO), entre os dias 20 e 26 de janeiro.

Ao todo, a equipe brasileira formada por quatro estudantes conquistou três medalhas de bronze e uma menção honrosa. Com esse resultado, o Brasil ficou à frente de 10 das 24 delegações participantes da RMM e encerrou a competição na 14ª posição geral.

 

Conheça os medalhistas

Bernardo Peruzzo Trevizan

Participante da Romanian Master of Mathematics pela segunda vez consecutiva, Bernardo Peruzzo Trevizan, aluno da 3ª série do Ensino Médio do Etapa, utilizou a experiência de outras competições para se manter calmo. “Eu me concentrei em dar o meu melhor e fiquei muito contente com o meu desempenho: resolvi três problemas completos e consegui fazer bons avanços nos outros três”, diz.

A primeira participação de Bernardo em olimpíadas ocorreu em 2013, na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), quando ainda morava no Rio Grande do Sul e cursava o 6º ano do Ensino Fundamental.

Desde então, Bernardo conquistou diversas medalhas, dentre elas: ouro na Olimpíada de Matemática da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, em 2016; ouro na Olimpíada de Matemática do Cone Sul, em 2017; bronze na Romanian Master of Mathematics, em 2018; e bronze na Olimpíada Internacional de Matemática (IMO), em 2018.

“O conteúdo que estudamos para as competições de Matemática é totalmente diferente daquele aprendido nas aulas. Isso é muito interessante, pois para resolver os problemas não é preciso aplicar uma fórmula e achar a resposta certa. O intuito é usar o raciocínio lógico e a criatividade para mostrar como chegar a uma resposta possível”, afirma Trevizan.

 

Pedro Lucas Lanaro Sponchiado

Pedro Lucas Lanaro Sponchiado transferiu os estudos da antiga escola, no interior de São Paulo, para o Colégio Etapa, em 2016, com o intuito de aproveitar a tradição do Colégio em olimpíadas e em aprovações internacionais.

“Os treinamentos para olimpíadas do Etapa incluem aulas com professores especialistas, simulados e tutoriais. Mas, para mim, o mais eficaz é a oportunidade de me reunir com outros alunos, que também amam a Matemática, pois trocamos conhecimento e evoluímos juntos”, explica.

Além de um extenso histórico de medalhas em olimpíadas de Matemática, Física e Informática, incluindo um ouro na Olimpíada Internacional de Matemática (IMO), em 2018; recentemente Sponchiado foi aprovado no Massachusetts Institute of Technology (MIT), considerada uma das melhores universidades do mundo.