IMO 2019: Pedro Lucas Lanaro Sponchiado

Pedro Lucas Lanaro Sponchiado, 18 anos, é natural de Santa Cruz do Rio Pardo, em São Paulo. Em 2016, mudou-se para a capital para estudar no Colégio Etapa por conta da tradição do colégio em olimpíadas estudantis. “Os treinamentos do Etapa para olimpíadas incluem aulas com professores experientes, simulados e tutoriais, mas, para mim, o mais importante foi a oportunidade de me reunir com outros alunos que também amam a Matemática, pois trocamos conhecimento e evoluímos juntos”, explica.

O aluno tem o chamado “perfil olímpico”, termo que se refere a quem dedica a maior parte do tempo aos estudos com o objetivo de conquistar os primeiros lugares em olimpíadas estudantis. Até o final de 2018, ele assistia às aulas regulares do 3º ano do Ensino Médio e participava dos treinamentos específicos para as competições, que são oferecidos pelo Colégio Etapa.

Pedro participa de olimpíadas de Matemática, Física e Informática desde o 7º ano do Ensino Fundamental e vem colecionando medalhas ao longo dos anos. A mais relevante foi o ouro conquistado em 2018, na Olimpíada Internacional de Matemática (IMO) - a maior e mais importante competição científica do mundo para estudantes do Ensino Médio. Já em 2019, Pedro ficou com o bronze da IMO.

Nos intervalos da preparação, ele gosta de resolver exercícios de Física e de Informática “para se distrair e, ao mesmo tempo, manter o cérebro atento”.

Após a competição, Pedro embarcará para os Estados Unidos, onde cursará Ciência da Computação no Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), considerada uma das melhores instituições de ensino superior do mundo.

Confira as medalhas conquistadas pelo aluno Pedro Lucas Lanaro Sponchiado:

Olimpíada Paulista de Matemática (OPM): medalha de ouro em 2015, 2016, 2017 e 2018;

Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM): medalha de ouro em 2015 e 2018; prata em 2017; e bronze em 2016;

Olimpíada Paulista de Física (OPF): medalha de ouro em 2015; e bronze em 2016;

Olimpíada Brasileira de Física (OBF): medalha de ouro em 2015 e 2016;

Olimpíada Brasileira de Informática (OBI): medalha de prata em 2015, 2017 e 2018; e bronze em 2016;

Olimpíada de Matemática do Cone Sul: medalha de prata em 2016;

Olimpíada de Matemática do Pacífico Asiático (APMO): medalha de prata em 2018; e bronze em 2017;

Olimpíada Internacional de Matemática (IMO): medalha de ouro em 2018; e bronze em 2019.