Aluno do Etapa conquista medalha de prata na IJSO 2018

A Olimpíada Internacional de Ciências Júnior – IJSO é a maior competição de ciências para estudantes de até 15 anos

O aluno da 1ª série do Ensino Médio, do Colégio Etapa de Valinhos, Eduardo Bardal Slikta, conquistou medalha de prata na 15ª Olimpíada Internacional de Ciência Júnior (International Junior Science Olympiad - IJSO), realizada em Gaborone, capital de Botswana, na África.

Ao todo, os seis estudantes brasileiros conquistaram quatro medalhas de prata e duas de bronze na competição, que reuniu 300 jovens de até 15 anos, oriundos de mais de 50 países.

  

 O professor Rodrigo Vieira Lima e o aluno Eduardo Bardal Slikta com a medalha de prata da IJSO 2018

“A IJSO é uma olimpíada muito difícil que cobra conhecimentos teóricos e práticos das disciplinas de Física, Química e Biologia. Os resultados demonstram que nossos alunos estão preparados e têm amplos conhecimentos teóricos e laboratoriais nas três frentes”, afirma o professor de Biologia do Colégio Etapa, Rodrigo Vieira Lima, que acompanhou Eduardo na competição.

Eduardo iniciou os treinamentos para olimpíadas oferecidos pelo Colégio Etapa quando cursava o sexto ano do Ensino Fundamental e, de lá para cá, já conquistou medalhas na Olimpíada Brasileira de Física (2 ouros), Olimpíada Brasileira de Química Júnior (1 bronze), Olimpíada Paulista de Física (2 ouros, 1 prata e 1 bronze), Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astrofísica (2 ouros), e na Canguru de Matemática (3 pratas). 

“Eu comecei por curiosidade, mas percebi que gostava do conteúdo e continuei. As aulas me ajudaram a descobrir que minha disciplina favorita é a física, mas ainda não decidi entre cursar física ou engenharia no ensino superior”, conta. Sobre a participação na IJSO, ele diz que ficou muito feliz com seu desempenho e com a medalha, mas que também gostou muito da oportunidade de conhecer outro país e pessoas que gostam das mesmas coisas que ele.

“A IJSO é uma olimpíada para alunos muito jovens, é uma amostra do que é uma olimpíada internacional. Em geral, o aluno que se sai bem na IJSO também se destaca em outras importantes competições internacionais”, comenta o coordenador de Química do Colégio Etapa, Rubens Conilho Junior. 

Sobre a IJSO

Para participar da IJSO, os estudantes de até 15 anos de idade passam por duas provas da Olimpíada Brasileira de Ciências (OBC), equivalente nacional da IJSO, e por uma última prova seletiva em meados de setembro.

Nos 10 dias de torneio são aplicadas provas de múltipla escolha e dissertativas, além de testes práticos das disciplinas de Física, Química e Biologia.

Por se tratar de uma competição interdisciplinar, os alunos selecionados para a IJSO participam de treinamentos que incluem aulas semanais das três disciplinas cobradas e uma preparação especial para a prova experimental. Desde 2014, os estudantes escolhidos para compor a equipe brasileira na competição recebem treinamento prático no Colégio Etapa.