Alunos do Colégio Etapa conquistam aprovações em renomadas universidades da América do Norte, da Europa e da Oceania

Parte desses alunos fizeram o processo de admissão regular e quatro deles foram aceitos no processo conhecido como Early Admission

 

Trinta e oito alunos do Colégio Etapa, sendo 31 da unidade São Paulo e sete da unidade de Valinhos, conquistaram aprovações em importantes universidades internacionais, tanto no processo de admissão regular quanto no Early Admission, que é realizado exclusivamente pelas instituições americanas antes do período regular, em 2018.

Considerado o destino preferido dos candidatos à graduação no exterior, os Estados Unidos continuam no topo da lista das aprovações, seguidos por Portugal. "Além da afinidade natural entre Brasil e Portugal, isso reflete principalmente a maior abertura das instituições de ensino superior portuguesas, que passaram a aceitar as notas do Enem", explica Edmilson Motta, coordenador Geral do Etapa.

A lista de instituições internacionais nas quais os alunos do Colégio Etapa foram aprovados inclui importantes universidades da América do Norte, da Europa e da Oceania, como: Massachusetts Institute of Technology (MIT), Carnegie Mellon University (CMU), University of Notre Dame (ND) e Minerva Schools at KGI, nos Estados Unidos; University of York e Newcastle University (NCL), no Reino Unido; Fédération Gay-Lussac (FGL) e Institut National des sciences appliquées (INSA), na França; NHL Stenden University of Applied Sciences (NHL Stenden), na Holanda; e University of Sydney, na Austrália; Università di Padova (UNIPD), na Itália; University of Toronto, no Canadá; Universidade de Coimbra, em Portugal.

MULTI destinos

Essa diversidade de instituições e de países expressos nos resultados internacionais reflete os diferentes perfis de alunos do Etapa. "Nós os estimulamos a buscarem oportunidades em todos os continentes. O mais importante é que haja uma identificação entre o aluno e a universidade, pois isso poderá ser determinante para o sucesso da graduação", afirma Cristina Tavares, responsável pelo Setor Internacional do Colégio Etapa.

Em breve, Isabella Villa Real Seabra, que foi aprovada em duas universidades americanas e outras duas no Reino Unido, poderá comprovar isso. Ela escolheu a Barnard College (EUA) e acabou conquistando mais que uma vaga nessa instituição: também foi a única aluna internacional aprovada no Science Pathway Scholars Program, que apoia jovens talentosas e com grande interesse em biologia, química, ciências ambientais, física, astronomia e neurociência. Com isso, ela poderá participar do desenvolvimento de pesquisas durante os quatro anos da faculdade.

"O apoio que a Barnard dá para as alunas nas áreas de pesquisa científica, bem-estar e ativismo relacionado com questões de gênero e de assuntos sociais foi decisivo para mim. A faculdade ainda tem uma parceria com a Columbia University, que permite que eu tenha acesso às aulas, cursos e oportunidades das duas instituições", conta.

Preparação para o application

O application, como é conhecido o processo de seleção para as universidades dos Estados Unidos, exige um preparo diferenciado e envolve diversas etapas. Segundo Cristina Tavares, o ideal é que a preparação comece logo no início do Ensino Médio, pesquisando as universidades e estudando o conteúdo para as provas específicas exigidas durante o processo. "Tradicionalmente, o aluno do terceiro ano já tem muito conteúdo para estudar, então é muito mais fácil quando esse processo é iniciado com antecedência", ressalta.

Caio Augusto Cruz Araújo, aluno do Colégio Etapa, começou a pensar na graduação no exterior ainda no Ensino Fundamental, o que o ajudou a realizar o processo com tranquilidade e a conquistar dez aprovações em universidades americanas. A partir de agosto, ele irá cursar Engenharia Elétrica e Engenharia de Computação na Carnegie Mellon University (CMU).

Universidades americanas

O Early Admission é um processo de admissão realizado exclusivamente pelas universidades americanas antes do período regular, geralmente no mês de novembro. "Nessa modalidade de seleção os alunos expressam o quanto é importante para eles estudarem em uma determinada instituição. Da mesma forma, quando são aceitos nesse tipo de processo é porque a universidade faz questão de ter aquele aluno, pois possivelmente ele seria aceito em qualquer outra instituição de ensino renomada", explica o coordenador Geral do Etapa, Edmilson Motta.

Há duas modalidades de Early Admission: Early Decision, na qual o aluno se compromete a efetuar a matrícula caso seja admitido; e Early Action, em que é possível participar do processo de admissão de várias instituições sem se comprometer a efetuar a matrícula em uma delas.

Ao todo, quatro alunos do Colégio Etapa foram aprovados por universidades americanas no processo antecipado de admissão. Um deles é Diogo Correia Netto, que será o único brasileiro a iniciar a graduação no Massachusetts Institute of Technology (MIT) em 2018. Ele foi aceito em Early Action e, a partir do segundo semestre, irá cursar Engenharia Elétrica nesse que é um dos centros de ciência e tecnologia mais importantes do mundo.

Além de Diogo, outros três alunos do Colégio Etapa também foram aprovados no processo de seleção de renomadas universidades americanas: André Costa Nascimento, aprovado em Early Decision para o curso de Computação, na Carnegie Mellon University, que atualmente é considerada a principal instituição americana na área de Ciências da Computação; Gabriel Silva Simões, que foi aceito em Early Action para o curso de Computação, na University of Notre Dame; e Tiago Mambrim Flora, da unidade Valinhos, aprovado em Early Action para o curso de Ciências Sociais, na Minerva Schools at KGI.

 

Confira a seguir a lista completa com todos os aprovados internacionais de 2018:

As histórias de sucesso de alguns desses alunos estão em: http://www.etapa.com.br/ambienteinspirador/

André Costa Nascimento - Carnegie Mellon University (Estados Unidos)

Adriano Ciotto Luccas - Fédération Gay-Lussac e Institut National des sciences appliquées (França)

Adriely Auriema Vilela - Bentley University, Fairfield University e Hofstra University (Estados Unidos)

Beatriz Tierno Waberski - Universidade de Coimbra (Portugal)

Caio Araújo - Carnegie Mellon University, Northwestern University, Rensselaer Polytechnic Institute (RPI), Santa Clara University (SCU), Tufts University, University of California Davis, University of California San Diego, University of California Santa Barbara, University of California Santa Cruz e University of Southern California (Estados Unidos)

Carolina Wong Giansante - Point Park University, Loyola Marymount University, Marymount Manhattan College, Pace University e The American Musical and Dramatic Academy (Estados Unidos)

Cristian Douglas Sales Garcia - Grinnell College, Quinnipiac University, Stony Brook University e Vassar College (Estados Unidos)

Danilo Apendino - Brandeis University e University of Rochester (Estados Unidos)

Diogo Correia Netto - Massachusetts Institute of Technology (Estados Unidos)

Elisa Cordeiro Lopes - Boston University, Lehigh University, University of California San Diego e University of Minnesota Twin Cities (Estados Unidos)

Enrico Maretti Degrande - University of Richmond e Indiana University (Estados Unidos)

Enzo Del Ry Ribeiro - Fédération Gay-Lussac (França)

Estela Xin Xin Ye - School of the Art Institute of Chicago (Estados Unidos)

Frank Wu - Michigan State University e Pennsylvania State University (Estados Unidos)

Gabriel Silva Simões - University of Notre Dame (Estados Unidos)

Giovanna Curi Canônico Chioro - Florida Institute of Technology, Embry-Riddle e Syracuse University (Estados Unidos); University of Bristol (Reino Unido)

Gustavo Giunco Bertoldi - Fédération Gay-Lussac e Institut National des sciences appliquées (França)

Isabella Villa Real Seabra - University of York e Newcastle University (Reino Unido); Barnard College e Northeastern University (Estados Unidos)

Isabelle Urashima - Purdue University (Estados Unidos)

Isadora Akemi Okoda Oshiro Bugan - University of Rochester (Estados Unidos)

Ivan de Avila Ribeiro Carvalho - University of British Columbia (Canadá); University of Minnesota Twin Cities (Estados Unidos)

Jade Kaori Fernandes Seguchi - Fordham University, University of Rochester e University of San Francisco (Estados Unidos)

João Víctor Oliveira Santos - University of Toronto (Canadá)

Júlia Simão Teixeira de Andrade - Santa Barbara City College (Estados Unidos)

Karina Lin - University of British Columbia (Canadá)

Laura Mora - Claremont McKenna College (Estados Unidos); University of Sydney (Austrália)

Ligia Bonini Tomiatti Truffa - NHL Stenden University of Applied Sciences (Holanda)

Lucas Yudi Pó - Institut National des sciences appliquées (França)

Luiza Szejnzog Martines - Illinois Institute of Technology, Loyola Marymount University, Rochester Institute of Technology e University of Colorado (Estados Unidos)

Maria Clara Vendramini Martins - Università di Padova (Itália)

Mariane Yamamoto - Baylor University, Kent State University, Marist College, Sacred Heart University Connecticut, Savannah College of Art and Design e University of Bridgeport (Estados Unidos)

Nabil Eftekhari - University of New South Wales (Austrália)

Pedro Tadao Sakamoto - Florida Institute of Technology, Illinois Institute of Technology, Michigan State University, Pennsylvania State University, Purdue University e Syracuse University (Estados Unidos)

Tiago Felipe Ortega e Marques - Pace University, Manhattanville College e University of Tampa Florida (Estados Unidos)

Tiago Mambrim Flora - Minerva Schools at KGI e University of Pennsylvania (Estados Unidos)

Viviane Oliveira - Case Western Reserve University e Dartmouth College (Estados Unidos)

Ygor Fernandes Alves - Universidade de Aveiro, Universidade de Coimbra, Universidade do Minho e Universidade do Porto (Portugal)