Aluna do Etapa é premiada com viagem para Portugal por desempenho na Maratona de Redação

A competição contou com a participação de 740 alunos

A aluna do Colégio Etapa, Gabriela Akemi Hirata, que concluiu o Ensino Médio no ano passado, foi a grande vencedora da Maratona de Redação 2017 e recebeu como prêmio uma viagem para Portugal com acompanhante. Para isso, foram avaliados o desempenho dos alunos na Maratona de Redação, no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a aprovação em uma universidade pública nacional.

Para Gabriela, que atualmente estuda Engenharia de Produção na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), todos os alunos deveriam participar da Maratona de Redação Etapa para ter a oportunidade de aprender de uma maneira diferente daquela ensinada em sala de aula. “Fazer a Maratona é um ótimo jeito de treinar o tempo, exercitar temas diferentes e perceber como uma boa redação pode defender diferentes pontos de vista. Além disso, é possível ter uma boa surpresa, assim como aconteceu comigo, que melhorei em redação e ainda ganhei a viagem! ”, comemora.

  

A aluna Gabriela Akemi Hirata recebeu o voucher da viagem das mãos da coordenadora de Português do Etapa, Simone Motta

Essa foi a segunda edição da Maratona de Redação do Colégio Etapa, realizada simultaneamente nas unidades de São Paulo e de Valinhos com a participação de alunos da 3ª série do Ensino Médio. Na ocasião, eles escreveram duas redações com temas e textos de apoio distintos. A primeira fase, realizada no período da manhã, teve como tema “A relação ilícita entre os adolescentes e as bebidas alcoólicas”. Já o segundo texto, elaborado pelos alunos no período da tarde, tinha como tema “O fenômeno da pós-verdade e as suas consequências”.

Ao final de cada fase, os estudantes foram organizados em grupos para corrigir os textos dos colegas e as redações com a melhor avaliação posteriormente também foram avaliadas pelos professores do Colégio Etapa.

“Passar o dia inteiro pensando e discutindo os aspectos de uma redação ajuda o aluno a perceber outros pontos de vista e a identificar erros que ele mesmo poderia cometer, além de propiciar ganho em qualidade e apropriação de informações e estrutura de texto“, explica a coordenadora de Português do Etapa, Simone Motta.