Alunos do Etapa conquistam dois ouros, cinco pratas, três bronzes e duas menções honrosas na OBM 2017

Onze dos doze alunos premiados também conquistaram vagas nas provas seletivas de importantes competições internacionais, como a Olimpíada Internacional de Matemática (IMO)

Os alunos do Colégio Etapa conquistaram duas medalhas de ouro, cinco de prata e três de bronze, além de duas menções honrosas, na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). Ao todo, os alunos do Etapa competem em três Níveis da OBM: Nível 1 - 6º e 7º ano do Ensino Fundamental II; Nível 2 - 8º e 9º ano do Ensino Fundamental II; e Nível 3 - Ensino Médio.

  

Bernardo Peruzzo Trevizan e Lucas Hiroshi Hanke Harada, ambos do Nível 3, garantiram medalhas de ouro. Os cinco medalhistas de prata foram André Yuji Hisatsuga, Pedro Lucas Lanaro Sponchiado e Mateus Siqueira Thimóteo, do Nível 3; e Olavo Paschoal Longo e Luiz Henrique Yuji Delgado Oda, do Nível 2. As medalhas de bronze foram conquistadas por Lucas Melo de Oliveira e Débora Tami Yamato, do Nível 3; e por Daniel Yamamoto Damico, do Nível 2. Já os alunos Ian Seo Takose, do Nível 2; e Felipe Saneshima Brasil Barbosa, do Nível 1, foram premiados com menção honrosa.

Segundo Régis Barbosa, coordenador dos treinamentos de matemática para olimpíadas do Colégio Etapa, o ótimo resultado na OBM demonstra a qualidade do ensino e o comprometimento dos alunos.

“Esse também é um passo muito importante para aqueles que desejam participar de competições internacionais, pois os medalhistas dos Níveis 2 e 3 da OBM já são inscritos automaticamente nas provas seletivas das principais competições internacionais de matemática como a Olimpíada Internacional de Matemática (IMO), a Olimpíada Ibero-americana de Matemática, a Olimpíada de Matemática do Cone Sul, a Olimpíada de Matemática da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e a European Girls’ Mathematical Olympiad – EGMO”, explica Barbosa.

 

Sobre a OBM

A Olimpíada Brasileira de Matemática abrange o Ensino Fundamental II, o Ensino Médio e o Ensino Superior e é organizada pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), em conjunto com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

Podem participar os estudantes de escolas públicas e particulares que tenham obtido as melhores classificações na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), medalhistas da OBM 2016 e vencedores de olimpíadas regionais, como a Olimpíada Paulista de Matemática (OPM).