Alunos do Etapa conquistam duas medalhas de ouro e uma de prata na Olimpíada Latino-americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA)

A 9ª edição da competição ocorreu entre os dias 8 e 14 de outubro, no Chile

Os três alunos do Colégio Etapa, integrantes da equipe brasileira na Olimpíada Latino-americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA), conquistaram medalhas na competição: Bruno Caixeta Piazza e Henrique Barbosa de Oliveira, de Valinhos, ganharam medalha de ouro e Danilo Bissoli Apendino, de São Paulo, garantiu uma medalha de prata.

A OLAA foi disputada por 50 alunos do Ensino Médio de dez países latino-americanos, entre os dias 8 e 14 de outubro, na cidade de Antofagasta, no Chile.

  

Equipe brasileira na OLAA

Outros dois estudantes brasileiros também conseguiram mais duas medalhas de ouro. Esse resultado (quatro ouros e uma prata) colocou o Brasil em 1º lugar na OLAA à frente da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, México, Paraguai, Peru e Uruguai.   

“A participação e a premiação na OLAA é um importante marco no currículo dos alunos, fruto de muito estudo e dedicação. Além disso, ajuda a estimular o estudo e a despertar o interesse dos jovens em diversas áreas das ciências”, afirma o professor de física e coordenador dos treinamentos de astronomia do Colégio Etapa, Thiago Paulin.

Sobre a OLAA

O Brasil participa da Olimpíada Latino-americana de Astronomia e Astronáutica desde a sua primeira edição, em 2009, e já conquistou 26 medalhas de ouro, 15 de prata e 4 de bronze na competição.

A seleção dos estudantes que integram a equipe brasileira da OLAA é realizada em duas etapas: por meio de uma prova online e outra presencial, da qual participam os melhores classificados na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

A OLAA é disputada durante uma semana e a aplicação de prova teórica individual, prova teórica em grupo, exame observacional e prova de construção e lançamento de foguetes.