Colégio Etapa e Camerata Fukuda comemoram 27 anos de parceria com concerto na Sala São Paulo

O Etapa apoia o trabalho da Camerata Fukuda, que visa ampliar o universo cultural dos estudantes por meio da obra de grandes compositores

No dia 9 de setembro, a Camerata Fukuda, umas das orquestras de câmara mais importantes do país, reuniu pessoas de todas as idades, incluindo alunos, pais, familiares, funcionários e público em geral, para um concerto matinal na Sala São Paulo.

“Foi maravilhoso e muito tocante. Uma ideia fantástica, uma parceria muito bacana, só acrescenta e estimula os jovens a apreciarem a cultura, que é uma coisa que a gente precisa muito", afirmou Jaqueline Ferreira, médica.

           

“A vida da gente não é construída de conhecimento apenas dentro da escola, temos que ampliar isso para muito mais, temos que ampliar para atividades culturais e o Etapa tem essa vocação”, destacou Leila Keiko, professora da Escola Superior de Engenharia e Gestão (ESEG).

A apresentação teve a regência do maestro Celso Antunes; a participação da  violonista, fundadora e diretora artística do grupo, Elisa Fukuda, que fez um solo durante o concerto; além dos violinistas Ariel Sanches, Wellington Rebouças, Eder Esli e Ugo Kageyama, que também executaram um solo. 

“Em 2015, eu ouvi pela primeira vez música clássica e comecei a gostar mais quando eu vim aqui na Sala São Paulo, porque os instrumentos e os sons me inspiram, daí eu passei a gostar mais desse tipo de música e estou aqui de novo”, contou Breno Miguel Lopes da Rocha, estudante de 13 anos.

O concerto da Camerata Fukuda contou com obras de Vivaldi, J. S. Bach e de Heitor Villa-Lobos, compositor brasileiro que faria 130 anos em 2017.